Tomar decisões é algo simples, quando você tem as ferramentas certas!

Tomar decisões é algo simples, quando você tem as ferramentas certas!

Imagine uma taça de vinho vazia diante de você.
Agora imagine alguém te servindo seu vinho predileto.
Visualize a bebida sendo vertida nessa taça.
Sem cessar…
Imaginou?

O processo decisório requer uma disposição em sair da inércia e se movimentar. Agir.

Em partir para o campo de batalha, para um combate, uma luta.

Para uma guerra, se preciso for.

Mas dito assim parece que só existe um jeito correto de tomar decisões.

Um jeito mais eficiente, assertivo e adequado.

No entanto, não é bem assim que as coisas funcionam. Não mesmo.

Em posse de seu Mapa Astral você pode tomar consciência de informações relacionadas a certas atitudes suas perante determinadas áreas da vida ou campos da experiência.

E, tendo consciência dessas atitudes, se abençoar ou se culpabilizar consistentemente.

Isso significa dizer um sim absoluto à energia que dá o tom de seus movimentos como ser individual ou passar a vida justificando sua incompetência ou falta de jeito em experimentar esse ou aquele aspecto da vida. Essa ou aquela área da vida.

A escolha é sua! Sempre sua.

Veja que isso já é se decidir. Decidir como olhar para si próprio.

O que a Astrologia diz sobre o ato de decidir?

Certa vez, uma aluna do curso gratuito que desenvolvi recentemente e que já possuía muitos conhecimentos sobre Astrologia, disse que tinha dificuldade em se decidir.

Eu quis logo saber a localização do planeta Marte dela em seu Mapa Astral e, em qual signo ele estava, para olhar para isso com mais cuidado e ver o que acontecia para ela se desqualificar assim.

Seu Marte se encontrava no signo de touro e na casa 2. Precisamente a casa de touro!

Aqui temos duas informações importantes!

Apesar de complexas, existe uma forma simples que ajuda a compreender as razões que a levaram a essa postura.

Vamos por partes:
1. O SIGNO;
2. A CASA 2.

astrologia mapa astral

A informação que temos é que o planeta Marte dela está no signo de touro..

Quem observa um touro comer não sabe que seu processo digestivo não se assemelha ao dos humanos. Aliás, nem faz ideia disso!

Nós humanos possuímos um estômago e os ruminantes quatro!

A grama que eles consomem retorna do estômago à boca como uma etapa do processo digestivo.

Essa configuração é mais que adequada ao processo de digestão da celulose presente na grama, alimento que requer um esforço extra para ser digerido.

Por isso tantos estômagos e por isso tanta salivação!

No entanto, é comum achá-lo lento e às vezes até meio nojento por salivar tanto, julgando, sem saber, que ele age como precisa agir, faz o que precisa ser feito e com precisão.

E essa precisão é suficiente para triturar satisfatoriamente o alimento, ingeri-lo e digeri-lo com eficiência.

Agora vamos à segunda parte…

A outra informação sobre ela é que seu Marte em touro, se encontra na casa 2. Justamente a casa do signo de touro!

Isso significa que ela age lentamente, mas com firmeza, na área da vida relacionada à casa 2, casa dos valores materiais e imateriais. Isso não significa que ela aja de modo lento e firme nas demais áreas, tais como a carreira, família, nas relações com amigos, relacionamentos, saúde, sexualidade e morte, etc…

Isso indica apenas que no setor da vida relacionado ao valor que ela dá às coisas e, inclusive, ao seu autovalor, ela processa o acontecido como um touro: ruminando.

Mas o que tudo isso teria a ver com você? Por que saber essas coisas te beneficiaria?

Qual a vantagem de ser fazer um Mapa Astral?

Saber em qual localização no Mapa Astral se encontra seu SOL, por exemplo, significa saber, no mínimo, qual é seu signo correto.

Falo sobre isso no artigo “Como deixar de ser coadjuvante de sua própria vida!

Eu e a outra pessoa de quem olhei o mapa nesse texto passamos anos e anos de nossas vidas (mais de trinta!) pensando que “nosso vir a ser quem somos” tinha a qualidade de um determinado signo.

Na verdade, fazendo os cálculos corretos, informando o horário exato de nossos nascimentos, me descobri aquariana, ao invés de capricorniana, e ela leonina, ao invés de virginiana.

Imagine só!

Imagine quantas pessoas não nos disseram:
Você capricorniana? Leonina? Não parece! Não mesmo…

Mas o que importa mesmo, quando temos em mãos nosso Mapa Astral, é identificar aspectos comportamentais nossos em relação ao exercício de agir, de tomar decisões.

mapa astrologico nascimento

Quando conscientemente cartografados e acolhidos, são abençoados por nós e não amaldiçoados como erro de conduta, como um defeito ou desvio comportamental.

Qual força planetária você imprime ao tomar decisões?

Decidir-se pelo caminho B requer se despedir da opção A ou, muitas vezes, de todo o alfabeto. Do caminho C, D, E, F…

O processo decisório requer, fundamentalmente, uma postura voltada ao alvo, ao estreito, ao que se quer.

Agir é um movimento que acontece se e somente se, antes, algo foi escolhido. Do contrário, há paralisia, estagnação, inércia e procrastinação.

Agir, então, requer que você se volte para aquilo que realmente importa e tem relevância para a obtenção dos resultados que você deseja.

Em geral, quando há demasiadas dúvidas, quando estamos distraídos com coisas várias do mundo ou, ainda, quando nos emaranhamos em narrativas de dor e sofrimento, de dificuldades e limitações, nossa energia vital transborda como o vinho da taça da imagem que você visualizou logo acima. Certo?

Astrologia, Aromaterapia e o processo decisório:

Por isso, antes de eu te dizer que você pode fazer uso diário, por exemplo, do óleo essencial 100% natural de hortelã pimenta ou hortelã do campo ou mesmo o óleo essencial de eucalipto, é necessário que você incorpore esse ensinamento astrológico:

Para trilhar o caminho que você quer é preciso, antes, conhecer suas emoções. Olhar para elas. Acolhê-las.

Dizer um sim a elas e avançar!

E isso no seu Mapa Astral é indicado pela configuração de sua LUA, que lhe conta como você costuma lidar com suas emoções e em que setor da vida essa maneira de processar o vivido sofre mais influência.

Assim, seu mapa de nascimento ou mapa astral indica qual seu padrão emocional mais recorrente, o que interfere absurdamente quando o assunto é se decidir.

Estar em posse dessa informação te habilita a estar mais consciente sobre você mesmo.

Como afirma nosso professor:

“É precisamente o conhecimento que liberta a mente do aprisionamento, da limitação e da dor e não uma pílula mágica qualquer”.

Hilário Trigo

Muito menos um óleo essencial, uma constelação familiar, uma leitura de mapa, etc..

Você precisa, antes de mais nada, escolher que é você o ator/autor de sua própria vida; que é você o roteirista do enredo vivido e, fundamentalmente, seu protagonista.

E essa escolha está sob a regência de Marte!

A influência de Marte na tomada de decisões:

A qualidade ou atitude de se decidir está relacionada à Marte, planeta regente do primeiro signo da Mandala astrológica: Áries, cuja casa localiza-se na primeira fatia do Mapa.

Há nesse planeta uma referência a atributos de força e coragem, características típicas dos guerreiros.

O animal que simboliza esse signo é o carneiro, que bravamente se lança aos embates e confrontos literalmente de cabeça. Com chifres e tudo!

A ação é um princípio masculino ligado ao planeta Marte, por exemplo. E esse princípio sofre influência de vários outros planetas que podem lhe imputar desafios não tão fluidos em seu crescimento ou lhe favorecer, facilitando as coisas para você.

Por isso, não é necessário deixar que a taça de vinho que estão te servindo transborde. Você pode dizer, antes mesmo de que comecem a enchê-la, do quanto você deseja tomar.

Ou, ainda, acompanhar o líquido sendo vertido e orientar ao outro que a siga enchendo ou parem. Assumir essa postura requer se autorresponsabilizar pelas próprias escolhas e pelas consequências do que foi ou não escolhido.

E o que mais “decidir-se” significa para a Astrologia?

Decidir indica que você cresceu! Indica que é adulto e que se responsabiliza pelo que decide e pelas oportunidades que deixa passar.

Pelo vinho desperdiçado, entende?

Informa também que você avança em direção ao seu signo solar que, para a Astrologia Ocidental, significa o seu “princípio de vir a ser”.

Mas vir a ser quem se é, é um caminho. Um longo caminho a ser trilhado. Recheado de muitas situações diante das quais será preciso tomar decisões.

Uma atrás da outra, algumas vezes.

Dar o primeiro passo, no entanto, muda tudo!

Muda sua vida, sua história e seu destino!

E dar o primeiro passo é um gesto fundamentalmente marciano porque requer decisão.

Decisão de sair da inércia absoluta e se colocar em movimento. Exatamente o que faz um bebê quando resolve que é hora de nascer!

Força para tomar decisões:

Você sabia que o primeiro movimento que experimentamos com respeito à energia decisória é sair de dentro do ventre materno?

Visualize a cena! Você com trinta e cinco, trinta e seis, trinta e sete, trinta e oito semanas… ou no tempo em que você resolveu nascer, fez a sua primeira e mais importante escolha: NASCER!

Sair de um lugar quentinho e acolhedor e se lançar no mundo externo: espaço de incertezas, perigos, inconstâncias.

De dúvidas, imprevistos, combates!
Impermanência.

Conecte-se a essa imagem: você se movimentando para sair de dentro do útero de sua mãe.

Como se sente? Mais forte ou mais fraco?

Escreva nos comentários deste artigo seus desafios em relação a tudo isso que falamos aqui. Vai ser um prazer ler e interagir com você!

Comente usando seu Facebook:

Sobre o autor

Juliana Leal

Juliana Leal é professora universitária e Pós-Doutora (PhD) em Letras. Dedica-se aos estudos da Astrologia, Aromaterapia, Espagiria, Constelações Familiares e Tradição Védica. Sob a mentoria direta de Hilário Trigo experimenta a tão sonhada prosperidade e liberdade de tempo.

Pin It on Pinterest